31/08/2017

O Sol pode ser nosso Inimigo



Sol é sinónimo de vida e saúde. Mas uma exposição excessiva pode trazer problemas graves.

Nada como um dia ensolarado para nos deixar bem-dispostos. Uma pele bronzeada é um padrão de beleza generalizado.
E claro que a exposição solar é ainda fundamental para a formação de vitamina D. As vantagens do sol são inúmeras, mas há que ter em conta o reverso da medalha. Uma exposição excessiva e desregrada pode causar danos irreversíveis à pele, e não só.


  • Queimaduras solares
    A maior parte das pessoas já passou por aquilo a que se pode chamar de escaldão. Desconfortável, inestético e doloroso, poderá acarretar danos severos à pele e aumentar mesmo o risco do melanoma, o mais grave cancro cutâneo.
  • Golpe de calor ou insolação
    Quando a cabeça é demasiado exposta ao sol, o organismo reage de diversas formas.
    Entre os sintomas mais comuns estão náuseas, vómitos, cefaleias e alteração das fibras musculares. Em casos mais graves, podem mesmo surgir convulsões. E atenção que nem só o sol provoca o golpe de calor, o mesmo pode suceder quando se combinam temperaturas elevadas, muita humidade e pouca ventilação.
  • Envelhecimento prematuro da pele
    Manter uma pele jovem implica não abusar do sol. Sabia que 90% dos sintomas de envelhecimento cutâneo têm origem na exposição solar? Aproveite o sol, mas com moderação e cuidado, ou arrisca-se a sofrer os danos provocados pelos raios UVA, que acabam por deteriorar o colagénio e a elastina, provocando manchas, rugas e flacidez.

  • Enfraquecimento do sistema imunitário
    É certo que o sol reforça as defesas do organismo. Mas o contrário acontece, quando a exposição é demasiada, sobretudo no que toca à pele.
  • Problemas oculares
    Não se esqueça dos óculos de sol ou de comprar um modelo sem filtros adequados. Expor a retina à luz solar forte pode causar malefícios graves e aumentar em quatro vezes a possibilidade de cataratas.

    Desfrute do Sol, mas não se esqueça dos cuidados essenciais.
     

0 comentários :

Enviar um comentário